Aldo Pereira

A felicidade reside em você.

Por Aldo Pereira há 1 semana

Quer dizer que outras pessoas, os acontecimentos ou objetos do mundo humano não podem dar essa felicidade ao ser, não podem lhe fazer viver em paz e harmonia. Só o ser pode decidir viver dessa forma. Nada, ninguém, pode lhe dar a felicidade. Mais: ninguém pode lhe tirar. A felicidade está dentro do ser e está presente a cada momento da existência dele. Ninguém pode tirá-lo, roubá-lo. Ele é seu e só você pode usar.

Isso é uma coisa que precisa ficar bem clara: ninguém pode dar felicidade a outro. Quando estou falando em ninguém, não estou falando só das pessoas, mas também de coisas, objetos e acontecimentos. A não ser que o próprio ser use o poder que está nas mãos dele, nada poderá lhe dar esta felicidade. Se nada pode lhe dar, nada pode tirar. Se este poder for usado, nada nem ninguém vai conseguir anulá-lo. Esse é o grande segredo: nada nem ninguém pode acabar com a sua felicidade. Vamos falar sobre isso.

A mente não pode lhe fazer sofrer. Ela pode lhe propor sofrimento e você pode não usar o poder para ser feliz e por isso viver o sofrimento que ela propõe. Vou dar um exemplo que acho que já aconteceu com quase todos vocês para poder provar o que estou falando. Tem dia que você acorda para baixo, mal e vive o dia inteiro desse jeito. Não importa o que aconteça, não consegue viver na felicidade. Quem lhe propôs o sofrimento? A sua mente. E porque você viveu o dia inteiro passando mal? Porque não reagiu a essa proposição com a felicidade que está dentro de você, ou seja, não exerceu o seu poder de ser feliz.

Agora, tem dia que você acorda mal, mas num determinado momento diz assim: ‘chega, não vou me entregar a esta ideia, não vou me entregar a este sofrimento, não vou viver isso’. Quando você reage dessa maneira o ciclo de sofrimento acaba. O que foi isso? O que foi que você fez? Porque o sofrimento acabou? Usou o poder de ser feliz. Ou seja, mesmo que a mente lhe proponha um sofrimento moral, material, uma contrariedade ou uma dor, se você não aceitar esta proposição da mente usando o seu poder de conferir felicidade a você mesmo, não sofre

Espiritualismo ecumênico universal