Aldo Pereira

Hora de conciliar-se com Deus.

Por Aldo Pereira há 4 meses

Ninguém vai a uma casa de orações para se conciliar nem com o outro nem com Deus. Vai para exigir do Senhor que realize tudo aquilo que ele deseja. E sofre  

q1uando o Pai não faz ele sempre ganhar. Por isso, dentro do

trabalho da reconciliação é preciso também reconciliar-se com Deus.

Lá onde vocês frequentam não há o hábito de se colocar o nome em pedaços de papel ou em listas para pedir alguma coisa? Quem tem esse hábito não consegue se conciliar nem com Deus nem

com o próximo. A grande realidade é que a religião vende a conquista. Ela diz que se você for ao culto e colocar seu nome numa lista tudo correrá bem na sua vida. Quem aceita se vender a ela jamais conseguirá se conciliar com o outro, pois não está em conciliação com Deus. Quem se concilia com o Pai não vai ao centro para pedir ou

esperar ganhar, mas para entregar-se ao Senhor. Quando essa entrega, que é incondicional, existe o ser participa do culto sem esperar ganhar nada, nem nessa vida nem na outra. Portanto, sim, é um trabalho difícil o que estou falando, pois além de ter que aprender a perder nos relacionamentos da vida as pessoas precisam aprender a também perder no seu relacionamento com Deus. Isso é difícil, pois há mais de mil anos os seres humanizadas estão viciados em usar o relacionamento com as

religiões apenas para ganhar.

Quando vão a algum lugar, sempre estão esperando receber algo, ganhar. Se o ser humanizado chegar numa casa onde se diga

que ali é apenas um lugar de oração, de contato com Deus onde se prega o ensinamento de Cristo – quando rezar não peça nada – ele

não voltará. Uma casa que hoje faça isso está destinada a fechar as portas, pois os que vierem num dia não voltarão no outro. Nas ditas casas de oração hoje só se pede: protege as crianças, os velhinhos, os enfermos, o próprio trabalho ... Não entendo isso. Como uma casa pode dizer que está em ligação com o Senhor se abre um trabalho no nome Dele e ainda imagina que é preciso pedir proteção?

Espiritualismo ecumênico universal