Zenóbio Farias Braga Sobrinho

NUNCA SE LAMENTE POR NADA

Por Zenóbio Farias Braga Sobrinho há 2 anos

NUNCA SE LASTIME POR NADA

Todos os atos que são feitos, mesmo aqueles considerados maus, são válidos para a elevação espiritual...

Não estou falando apenas de atos físicos. Mesmo quando você escolhe um sentimento individualista (egoísta) para vivenciar os atos da vida, esta forma de proceder é válida para a elevação espiritual. Por que? Porque é a vida do espírito...

Na existência do espírito, nada se perde; tudo vira lição. Quando o ser universal humanizado opta por um sentimento egoísta para vivenciar uma situação da vida material, é mais um ensinamento que aprende e, com isso, uma nova oportunidade de elevação se apresentará. Portanto, quando optar em determinadas situações por sentimentos individualistas, não se desespere, pois isto é válido para a sua elevação espiritual. Claro, melhor seria se optasse pela universalização, pois avançaria mais. Mas, saiba que, mesmo quando opta pelo egoísmo, algo foi feito no sentido da sua aproximação de Deus...

Assim, jamais se arrependa do que fez ou deixou de fazer. Jamais qualifique o que fez de bom ou mau, porque aquilo é útil à sua elevação espiritual. Jamais se contrarie com o que aconteceu ou que deixou de acontecer. Ou seja, não se lastime por nada, porque tudo que você faz vale alguma coisa para a sua elevação espiritual. A forma de reagir a determinados acontecimentos faz parte da sua caminhada, do seu aprendizado. Se você perde tempo parado no passado se lastimando, ou seja, culpando a si ou a outro pelo que aconteceu, parou no tempo.

Na vida do espírito, como já dissemos, não existe passado ou futuro: a única coisa que existe para ele viver é o presente. Só que ele tem que viver o presente olhando para frente, olhando para o que ainda pode acontecer, e não para o que passou. O ser humanizado deve vivenciar a sua existência carnal sem se amarrar às coisas que passaram e ficar lamentando-se delas, sob pena de se prender ao passado. Prendendo-se ao passado, não viverá o presente nem terá futuro, já que o futuro é construído no presente.

Então, mais uma vez: não se lastime por nada. Tudo vale alguma coisa e, quando você fica lá atrás se lastimando, perdeu uma nova oportunidade de realizar algumas coisas.

Joaquim de Aruanda