Aldo Pereira

Não misture as coisas.

Por Aldo Pereira há 19 horas

Nós precisamos separar o que é do espirito do que é humano. O que se é e o que acontece na vida é humana não tem o mesmo significado para o mundo espiritual. Para o mundo espiritual levar um tiro não é algo mal, assim como participar de acontecimentos onde se vivencia uma bondade não quer dizer que o espírito é bom. Ao mesmo tempo que em que um humano vive a vida, o espirito vive a vida dele e é essa última vivência que marcará a posição do espírito e não a primeira. Então, veja, precisamos compreender que tudo que se está vivendo é prova para o espirito, não importa se nessa vida o ser humano ao qual está ligado foi bonzinho ou mal. O bonzinho e o mal humano não é o espirito: é a programação da prova. Levar um tiro é o resultado da posição do espirito. Agora como 

eu não sei se ele levou em tiro como expiação ou como missão – se merecia positivamente ou negativamente aquela ação – prefiro me silenciar. Portanto, não julguem os espíritos pela identidade humana que vivem ou viveram. No caso de São Francisco, eu garanto que o espirito era elevado, mas tem muito ídolo humano que vocês criaram 

que não era. Tem muito santo que mesmo vocês não sendo católicos, rezam para eles porque tiveram uma vida boníssima, mas o espirito nunca foi elevado.

Participante: um ser bondoso pode ser menos evoluído espiritualmente que um que pratica atos maldosos? 

Sim.

Participante: os atos praticados na carne não qualificam o espirito então? 

Não, são provas para espirito. Não qualificam o espirito; são 

provas para ele.

Espiritualismo ecumênico universal

Aldo Pereira

Não existe acaso.

Por Aldo Pereira há 1 dia

851. Haverá fatalidade nos acontecimentos da vida, conforme ao sentido que se dá a este vocábulo? 

Qual é o sentido que se dá a esse vocábulo? O que é uma fatalidade?

Participante: alguma coisa que obrigatoriamente vai acontecer. 

Sim ... Volte à leitura da pergunta de O Livro dos Espíritos, por favor. 

851. Haverá fatalidade nos acontecimentos da vida, conforme ao sentido que se dá a este vocábulo? Quer dizer: todos os acontecimentos são 

predeterminados? E, neste caso, que vem a ser do livre-arbítrio?

Ouviram? A pergunta de Kardec é: existe alguma coisa que acontece por acaso ou tudo é pré-determinado? E se tudo é pré-

determinado, onde fica o livre arbítrio? Vamos à resposta ...

“A fatalidade existe unicamente pela escolha que o Espírito fez, ao encarnar, desta ou daquela prova para sofrer”.

Olhe bem o que está escrito aí e deveria servir como orientação aos espíritas. O que você chama de fatalidade nada mais é do que 

aquilo que o espirito escolheu para si antes da encarnação. Vamos dizer assim: se você esquecer seu carro aberto e alguém o roubar, não é uma fatalidade, é algo que você escolheu antes da encarnação. Você está em casa dormindo e uma bala fura a parede e lhe encontra deitado na cama. Isso não é uma fatalidade, mas sim algo que você escolheu acontecer antes da encarnação. 

“Escolhendo-a, institui para si uma espécie de destino, que é a consequência mesma da posição em que vem a achar-se colocado”.

Portanto, quando você, o espírito, planeja a sua vida, cria um destino, uma história de vida. Essa história está totalmente de acordo 

com a sua posição no mundo espiritual. Ou seja, ela representa uma tendência que é preciso ser vencida. Por causa dessa necessidade é que o espírito, antes de encarnar, escolhe determinado acontecimento que amanhã, quando encarnado, ele chamará de fatalidade.

“Falo das provas físicas, pois, pelo que toca às provas morais e às tentações, o Espírito, conservando o livre-arbítrio quanto ao bem e ao mal, é sempre senhor de ceder ou de resistir”.

Falo das provas físicas, dos atos. Isso quer dizer que os atos de uma vida foram escritos pelo espírito antes da encarnação. Tal 

informação deve nos levar a compreender que depois de encarnado o ser não é senhor das ações que vivencia. Ele foi senhor delas antes da encarnação. Depois de encarnado você, o espírito, é senhor do sentimento com o qual vivencia os acontecimentos.

Espiritualismo ecumênico universal

Aldo Pereira

O espírito.

Por Aldo Pereira há 2 dias

Para os seres espirituais não existe outro elemento inteligente do que o próprio espírito, alma, ser universal, ou o nome que queira dar ao princípio inteligente do Universo. O que quer dizer na prática este ensinamento? Que para os espíritos que comungam da doutrina espírita dos espíritos não existe o ser humano. Se houvesse um ser humano inteligente diferente do espírito, a doutrina espírita dos 

espíritos afirmaria que existiriam três elementos no Universo: o próprio ser universal, a matéria e o ser humano. Mas não há esta lista em O Livro dos Espíritos. Desta forma, podemos afirmar que a doutrina espírita dos espíritos não contempla o ser humano como elemento do Universo. Já a doutrina espírita humanizada sim. Para os espíritos, o que você chama de ser humano, é uma alma. Para a doutrina espírita dos espíritos o que existe é uma alma, que não se trata de um novo elemento, mas sim de um estado especial do espírito: estar encarnado.

“134. Que é uma alma? Um espírito encarnado”. 

Para a doutrina espírita dos espíritos sempre há um espírito, mas existem situações

diferentes onde a sua existência ocorre: na erraticidade ou encarnado. Esta é a Realidade.

Falamos em situações porque a crença também de que a encarnação separa o espírito em algum lugar diferente também não faz parte da doutrina espírita dos espíritos.

Então veja, a doutrina espírita dos espíritos não contempla o ser humano, um elemento do 

Universo que vive a vida material no planeta Terra, mas sim um espírito encarnado que está vivendo a sua própria existência espiritual no mundo dos espíritos.

Espiritualismo ecumênico universal

Aldo Pereira

Oque é amar a Deus?

Por Aldo Pereira há 3 dias

Veja uma coisa... Cristo diz: eu sou o caminho e não a realização. O amar a Deus, portanto, é o caminho para a evolução espiritual e não a realização. Deixe-me tentar explicar...

Deus é o Universo, é tudo que existe. Quando você ama a Deus, ama o universal, o Universo, o Todo. É isso que Cristo ensinou. Ele não disse que se deve amar a Deus, mas amar-se a Tudo.

Mas, por que amar ao Universo, a Tudo, é um caminho para a elevação espiritual? Porque acaba com o egoísmo, o individualismo. Quem ama o Todo universal não ama a si mesmo prioritariamente. Portanto, amar a Deus é um caminho para destruir o egoísmo...

Seria muita prepotência de Deus dizer: só quando Me amar conseguirá elevar-se... Esta não pode ser a postura de alguém que prega a humildade. Além do mais, um amor fundamentado no ganhar alguma coisa não é amor, mas bajulação.

Na verdade, o sentido do mandamento que constitui a boa nova não é amar a Deus, um espírito, um ser, mas sim amar o universal acima do individual. Isso, todos os mestres falaram...

Vamos além? Por que você não pode ser individual no Universo? Porque ele fere os outros. O egoísmo de cada um fere o próximo e com isso não se realiza o segundo item da boa nova: amar ao próximo como a si mesmo.

Então veja, a elevação não se consegue entregando-se a um deus que seja uma individualidade, uma imagem ou uma idéia, mas universalizando-se. Isso é elevação espiritual.

Espiritualismo ecumênico universal

Aldo Pereira

Tudo é Deus.

Por Aldo Pereira há 4 dias

Um homem sussurrou: Deus fale comigo. E um rouxinol começou a cantar, mas o homem não ouviu.

Então o homem repetiu: Deus fale comigo! E um trovão ecoou nos céus, mas o homem foi incapaz de ouvir.

O Homem olhou em volta e disse: Deus deixe-me vê-lo E uma estrela brilhou no céu, mas o homem não a notou.

O homem começou a gritar: Deus mostre-me um milagre! E uma criança nasceu, mas o homem não sentiu o pulsar da vida.

Então o homem começou a chorar e a se desesperar: Deus toque-me e deixe-me sentir que você está aqui comigo... E uma borboleta pousou suavemente em seu ombro. O homem espantou a borboleta com a mão e desiludido, continuou o seu caminho triste, sozinho e com medo.

Espiritualismo ecumênico universal

Aldo Pereira

Regeneração não é para o mundo, mas para o "seu mundo"

Por Aldo Pereira há 5 dias

Ninguém consegue mudar ninguém. Só quando você se muda, o outro muda. Quando você doa amor, recebe amor de volta. Vocês querem consertar o mundo, mas não querem se consertar. Mude primeiro. Mude internamente...

É essa lição que Buda, Krishna, Cristo e os apóstolos e profetas deixaram. O Espírito da Verdade também trouxe a mesma mensagem, mas apesar disso, vocês não entenderam o que eles ensinaram. Cobram que o outro se mude para ficar igual a vocês. Mudem-se. Na hora que se mudarem, o mundo ao seu redor muda. Na hora que o mundo de cada um mudar, as outras pessoas se mudam e com isso se constrói um mundo novo. Mas, enquanto quiserem consertar o mundo, ele continuará igual, pois as coisas só se mudam com a mudança interna de cada um. É isso que estamos falando: a mudança precisa começar em você. Não haverá mudança alguma enquanto você cobrar a do outro. Para viver um novo mundo é preciso que você aceite o próximo como ele é. Enquanto você apontar o erro dos outros, eles também vão procurar o seu erro. Comece a mudança do mundo mudando o seu interior. É dessa mudança que sairá a força que vai mudar esse planeta, que vai mudar as coisas. Quem conseguir essa mudança irá habitar um novo mundo. Quem começar a se mudar e buscar o amor a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo viverá num novo mundo.

Espiritualismo ecumênico universal

Aldo Pereira

Mundo de Regeneração e os ataques.

Por Aldo Pereira há 6 dias

Sim, muitas coisas vão mudar para pior, mas só para aqueles que merecem viver situações piores. Para aqueles que não merecem existirão acontecimentos que outros irão considerar piores, mas eles mesmos não os viverão desta forma. É isso que não se conscientizam.

Cada um será atingido de uma maneira diferente: uns poderão estar surfando na onda, por maior que ela seja, enquanto outros estarão tomando caldo, mesmo que haja apenas uma marola. Tudo vai depender da energia (sentimento, emoção) que cada um escolhe face aos acontecimentos do mundo. Aqueles que estiverem vibrando no que vocês chamam de energia negativa viverão as próximas situações como coisas horríveis. E a primeira energia deste tipo que será combatida é a do poder: o imaginário poder de mandar no seu irmão, de querer que as coisas sejam feitas do seu jeito, de achar que tem o direito de recriminar e julgar o outro. Esses vão sofrer muito durante este pe-ríodo, porque esse imaginário poder vai desmoronar à sua frente.

Aquele que você acha que é errado será louvado enquanto você, que se acha o certinho, vai ser apontado no processo apocalíptico. Isso acontecerá porque aquele que aceita com amor o seu limite, que não se julga, que vive com alegria e felicidade sem preocupar-se se está certo ou não, estará ao lado de Deus. Estes serão louvados e nada lhes acontecerá Já aquele que exige sempre, que todo o tempo se imagina o certo, que quer sempre que o outro mude para aquilo que ele crê, este estará ao lado esquerdo de Deus e não será louvado. Portanto, ou você entrega o seu poder a Deus ou se revolta contra o mundo. Fazendo isso, só posso lhe desejar uma coisa: boa viagem para o próximo planeta onde existirá mundo de provas e expiações

Espiritualismo ecumênico universal

Aldo Pereira

Choro e ranger de dentes

Por Aldo Pereira há 1 semana

Como desencarnados, quando vagáveis no espaço, escolhestes as vossas prova, porque vos consideráveis bastantes fortes para suportá-la. Por que murmurais agora? Vós que pedistes a fortuna e a glória, o fizestes para sustentar a luta com a tentação e vencê-la. Vós, que pedistes para lutar de alma e corpo contra o mal moral e físico; sabíeis que quanto mais forte fosse a prova, mais gloriosa seria a vitória, e que, se saísseis triunfantes, mesmo que vossa carne fosse lançada sobre um monturo (lixo), na ocasião da morte, ela deixaria escapar uma alma esplendente de alvura, purificada pelo batismo da expiação e do sofrimento.

Oh, homens! Não reconhecereis o poder de vosso Senhor, senão quando ele curar as chagas de vosso corpo e encher os vossos dias de beatitude e de alegria? Não reconhecereis o seu amor, senão quando ele adornar vosso corpo com todas as glórias, e lhe der o seu brilho e o seu alvor? Imitai aquele que vos foi dado para exemplo.

SANTO AGOSTINHO, Paris, 1863

O Evangelho Segundo o Espiritismo

Aldo Pereira

Melancolia

Por Aldo Pereira há 1 semana

Sabeis por que uma vaga tristeza se apodera por vezes de vossos corações, e vos faz sentir a vida tão amarga? É o vosso Espírito que aspira à felicidade e à liberdade, mas, ligado ao corpo que lhe serve de prisão, se cansa em vãos esforços para escapar. E, vendo que esses esforços são inúteis, cai no desânimo, fazendo o corpo sofrer sua influência, com a languidez, o abatimento e uma espécie de apatia, que de vós se apoderam, tornando-vos infelizes. Acreditai no que vos digo e resisti com energia a essas impressões que vos enfraquecem a vontade. Essas aspirações de uma vida melhor são inatas no Espírito de todos os homens, mas não a busqueis neste mundo. Agora, que Deus vos envia os seus Espíritos, para vos instruírem sobre a felicidade que vos está reservada, esperai pacientemente o anjo da libertação, que vos ajudará a romper os laços que mantém cativo o vosso Espírito. Pensai que tendes a cumprir, durante vossa prova na Terra, uma missão de que já não podeis duvidar, seja pelo devotamento à família, seja no cumprimento dos diversos deveres que Deus vos confiou. E se, no curso dessa prova, no cumprimento de vossa tarefa, virdes tombarem sobre vós os cuidados, as inquietações e os pesares, sede fortes e corajosos para os suportar. Enfrentai-os decisivamente, pois são de curta duração e devem conduzir-vos junto aos amigos que chorais, que se alegrarão com a vossa chegada e vos estenderão os braços, para vos conduzirem a um lugar onde não têm acesso às amarguras terrenas. 

FRANÇOIS DE GENÉVE Bordeaux

O evangelho segundo o espiritismo

Aldo Pereira

Comer ou não carne é prova.

Por Aldo Pereira há 1 semana

Não é prova para ver se você come ou deixa de comer carne, mas sim para ver se exerce a sua opção sem julgar e criticar aqueles que não seguem a sua opção. Portanto, se você come carne, coma e não julgue quem não come. Se não come, não coma, mas não julgue quem coma. É sempre assim. Tudo que você gosta é o que veio para fazer e ao mesmo tempo vencer a ideia de que o que gosta todos têm que gostar. Isso é amar o próximo. É respeitar as diferenças.

Participante: mas, no mundo de regeneração a humanidade deverá parar de comer carne?

Porque? Será que vai parar de nascer bois?

Veja. O boi nasceu, segundo o livro Gênesis, para servir ao homem. Lá é dito que Deus criou os animais e os colocou à disposição do homem para se alimentar deles. Isso está escrito na Bíblia. Sendo assim, lhe pergunto: Deus vai acabar com algo que Ele fez apenas porque você e alguns seres humanos não acham bom fazer aquilo? Desculpe, mas acho que as coisas estão meio erradas neste raciocínio. Estão meio de ponta cabeça

Espiritualismo ecumênico universal