Gileno de Sá Cardoso

O PODER DO AGORA NA CONVIVÊNCIA COM PERSONAGENS DO PASSADO

Por Gileno de Sá Cardoso há 3 meses

          Muitas vezes os planos de Deus mudam e lhe colocam frente a personagens que você convivia diuturnamente no passado e que ficaram afastados à decadas. 

          Que fazer nessa situação? Simplesmente continuar vivenciando o Agora que já estava vivenciando no presente.

          Assim o fazendo, continuará desidentificado, ou seja, fora do personagem, apenas observando-se, fazendo uma limpeza de pensamentos e adquirindo uma maior compreensão de tudo. 

          O interessante é que não é você, ou seja, o seu ego, que decide vasculhar o seu passado e lhe impelir a contracenar com esses personagens.

          Na verdade é o seu Silêncio Interno e a Energia que você *É* hoje, quem os atrai, de novo parara o seu convívio.

          A mudança de padrão mental livre de julgamentos, vivenciando o Agora, parece que faz o Universo conspirar em direção ao sincronismo entre os personagens.

Assim o auto conhecimento começa à acontecer, expurgando tudo que fôra escondido e que se pensava estar esquecido e não esclarecido.

Gileno de Sá Cardoso

O PODER DO AGORA NA VIVÊNCIA COM PERSONAGENS DO PASSADO

Por Gileno de Sá Cardoso há 7 meses

Muitas vezes os planos de Deus mudam e lhe colocam frente à frente com personagens que você convivia diuturnamente no passado e que ficaram sem se comunicar há mais de 10 anos. Que fazer nessa situação? Simplesmente continuar vivenciando o Agora que já estava vivenciando no presente. Assim o fazendo, continuará desidentificado, ou seja, fora do personagem, apenas observando-se, fazendo uma limpeza de pensamentos e adquirindo uma maior compreensão de tudo. O interessante é que não é você, ou seja, o seu ego, que decide vasculhar o seu passado e lhe impelir a contracenar com esses personagens e sim  o seu Silêncio Interno e a Energia que você É, hoje, quem os atrai. A mudança de padrão mental livre de julgamentos, vivenciando o Agora, parece que faz o Universo conspirar em direção ao sincronismo entre os personagens e  o auto conhecimento começa à acontecer, expurgando tudo que fôra escondido e que se pensava estar esquecido e não esclarecido.

Gileno de Sá Cardoso

O Real Valor do Silêncio

Por Gileno de Sá Cardoso há 1 ano

        O silêncio é contemporizador, pois coloca tudo no tempo de Deus, ou seja, ajuda a esperar as vicissitudes da vida se resolverem por sí sós, sem que ocorra intercessão pessoal na sua resolução. O que poucos sabem é que por trás disso há um componente espiritualista fundamental: para que o silêncio real ocorra, é necessário que se diga, a cada segundo, um não sei a qualquer propositura do ego.

    Se Deus é a causa primária de todas as coisas e tem um plano de vida para cada um de nós, de acordo com o nosso merecimento na Obra Geral do Universo, então só, e somente só o silêncio espiritual é capaz de retardar o nosso tempo e esperar o tempo de Deus acontecer. A vida é sagrada, portanto não deve ser tocada e a única maneira de manter a vida imaculada, é utilizando o silêncio espiritual.

    Qualquer outra forma de se conseguir o silêncio real e verdadeiro torna-se ilusória e irreal porque se originará condicionada e intencionalmente. Pode-se concluir que podemos perfeitamente experenciar a divulgação de conhecimentos espiritualistas, assim como tudo na vida, porém abrindo mão sempre de qualquer expectativa sobretudo do querer á exemplo de fama, elogio, etc. Em suma, permita-se a tudo sempre, mas nunca caia na propositura do ego.