Aldo Pereira

A reforma íntima

Por Aldo Pereira há 2 meses

 Ela não pode ser feita com atos físicos, pois ela é um processo espiritual. Como ela é espiritual, aplicando-se o que vimos hoje (que o espírito é a inteligência), tenho que dizer que a reforma íntima, é um processo mental. Ela não pode ser alcançada com atos físicos porque é um processo de mudança interior, ou seja, de mudança da sua forma de ver o mundo. A maioria não consegue alcançar a reforma, porque se preocupa com os atos, se preocupa com a visão externa do mundo quando a sua preocupação tem que estar voltada para a visão interna, para aquilo que está sendo criado na sua mente sobre o que Deus está fazendo (as movimentações físicas). É isso que nós precisamos compreender para realizar a reforma íntima, pois enquanto não nos voltarmos para Deus e para nós mesmos (para o espírito que somos) e ficarmos preocupados com matérias, não vamos conseguir nada. Esta é uma coisa que venho falando há cinco anos e não estou sozinho. A maioria dos que ouve e fala de Deus de uma maneira universal, fala disso. Eles falam de revisão mental; falam de rever a forma de ver o mundo. Na hora que os seres humanizados compreenderem isso, vão conseguir realmente promover a reforma íntima. Para colocar em prática esta compreensão, deixe-me falar de mais um detalhe. Tudo está feito; você só está vivendo o que já está feito. Não se preocupe com resultados; não se preocupe com o que vai acontecer amanhã. Cristo diz muito claro: porque que você se preocupa com o que vai acontecer amanhã, se Deus dá a vida aos bichos e as plantas. Se Deus dá o destino de cada um, porque que você vai se preocupar com o amanhã? Não façam isso. Vivam o dia de hoje. Tenham a certeza de que a sua vida já está definida desde o nascimento e se preocupar com o amanhã é a maior prova de falta de fé.

Espiritualismo ecumênico universal